Mostrando postagens com marcador Victor e Leo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Victor e Leo. Mostrar todas as postagens

22 de jan de 2014

VICTOR E LEO MARCAM PRESENÇA NO ÚLTIMO 'TV XUXA', NO PRÓXIMO SÁBADO (25)


A Rede Globo exibe o final do "TV Xuxa" nesse sábado (25). O último programa foi gravado em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, e conta com a presença da dupla sertaneja Victor & Leo, além dos atores Luís Miranda, Susana Pires, Alexandra Richter e Simone Soares.
A atração ainda conta com um passeio de barco de Xuxa até a casa de Carlos Alberto Parreira. O último "Papo X" tem a participação de Tatá Werneck, a Valdirene de "Amor à Vida".

A partir do dia 1º de fevereiro, a Globo passa a transmitir o "Estrelas", comandado por Angélica, seguido de filme nas tardes de sábado. Confira o comunicado da Globo sobre o fim do programa. "Em 2014, num ano de Copa do Mundo e eleições, a emissora revê sua grade de programação. A edição desse sábado encerra o ‘TV Xuxa’. A decisão foi tomada pela Globo, em conjunto com a apresentadora. Xuxa terá necessidade de repouso para tratamento de uma inflamação no pé, uma sesamoidite diagnosticada no ano passado. A apresentadora acaba de renovar seu contrato e continua fazendo parte do elenco de grandes estrelas da Globo. A partir do dia 01 de fevereiro, após o ‘Estrelas’, a Globo exibirá filmes".

Fonte > Portal Gente

16 de jan de 2014

VICTOR E LEO NO CITIBANK HALL DO RIO


15 de dez de 2013

Victor e Leo: "A música sertaneja vai de mal a pior"



Victor e Leo iniciaram nesta quinta-feira (12) mais uma turnê em São Paulo. Serão, no total, quatro shows no Citibank Hall (antigo Credicard Hall), com novos palco e repertório. Entre as canções, estão as já conhecidas “Boa sorte pra você”, “Fada” e “Deus e eu no sertão” e as novas “Amor.com”, “Conheço pelo cheiro” e “Na linha do tempo”.
Além dos hits que empolgaram a plateia, a apresentação contou com um divertido momento em que Leo errou a letra da canção “Vamos fugir” e um emocionante pedido de casamento no palco protagonizado por um casal de fãs da dupla.
Antes de subir ao palco, a dupla falou sobre a pesquisa do Ibope que mostra que a música sertaneja é a mais ouvida pelos brasileiros atualmente. “Isso já tem há muitos anos. Vejo a música sertaneja como sendo uma página muito forte dentro da cultura musical brasileira. O que acontece é que públicos novos vem indo a eventos da música sertaneja. Aconteceu uma renovação. Acho ótimo”, afirmou Leo. O cantor acredita ainda que a música sertaneja tem se misturado, cada vez mais, com outros ritmos. “Vejo a música brasileira cada vez mais universalizada. Acho bom para a cultura de forma geral”, afirmou o cantor.
Ele ainda relembrou uma conversa que teve recentemente com o cantor Renato Teixeira sobre o assunto. “Ele falou que os artistas do meio precisam se unir mais e aproveitar isso de uma forma bacana. Vejo isso com bons olhos”.
Victor discorda, não só do irmão, quanto do resultado da pesquisa em si. “Acho que o gênero sertanejo, se ele existe, vai de mal a pior. Talvez seja um dos gêneros menos explorados atualmente. Acho que a música sertaneja é a menos ouvida no país. Se você disser, ‘Na linha do tempo’, que está em primeiro lugar (nas mais tocadas). Não é música sertaneja. Se alguém disser: ‘ah, é música sertaneja evoluída’. Não, não é. É música romântica pop. Isso tem que ser assumido”, apontou o cantor, que citou “Tudo bem”, outra faixa do álbum “Viva por mim” como uma faixa que conta com a vertente do sertão.
“Aquilo que traz o sertão e tem uma vestimenta da viola caipira, ou do violão rasqueado, do caboclo, essas coisas todas misturadas, formaram um gênero chamado sertanejo. E depois as duplas vieram cantando outras coisas. Ou continuaram com o romantismo, mas cantando outras coisas, pop, rock, soul. Victor e Leo é isso, é uma mistura. A gente não tira o pé do sertão e sempre mantém alguma coisa na vertente, mas ‘Borboletas’ e outras coisas mais não são música sertaneja”.
Victor ainda finalizou sua opinião sobre o momento da música sertaneja defendendo que “as canções sertanejas são uma coisa e aquilo que é chamado de sertanejo, é outra”.
Fonte - IG